Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST.

Teólogos e Musicoterapeutas precisam interpretar as dores do mundo


Teólogos e Musicoterapeutas precisam interpretar as dores do mundo

“Vocês se negaram a aceitar que o mundo como é corresponde ao mundo que deve ser”. Essas foram palavras proferidas pelo pastor Dr. Rudolf von Sinner que, responsável pela pregação religiosa que antecedeu a formatura do sábado, 6 de julho, entusiasmou teólogos e musicoterapeutas a interpretarem o mundo e a realidade das pessoas que têm medos, sonhos, esperanças e frustrações.

Focado no enunciado de Lutero  - Tudo o que se faz no mundo se faz por uma esperança -, von Sinner disse que ter certeza não consiste em saber de antemão se os sonhos serão realizados, mas ter convicção de que vale a pena lutar por eles.

Inspirados pelo pensamento de Albert Einsten, os dois formandos em Musicoterapia, Alex Haro e Guilherme Bons, disseram ao público que lotou o Auditório do Colégio Sinodal, em São Leopoldo, que o “coração que se abre a uma nova melodia jamais voltará ao seu tamanho original”.

Ao longo do curso eles aprenderam que tudo aquilo que somos incapazes de expressar com palavras podemos fazer através da música.

Oradores da turma de Teologia, Camila Schütz e Benito Konflanz recordaram o momento em que foi preciso deixar a segurança do lar para, através dos ensinamentos adquiridos na EST e das suas vocações, promover a vida e anunciar o evangelho para a humanidade. “Esse longo caminho iniciou repleto de perguntas, mas foram justamente elas que nos moveram até aqui”.

Paraninfa da turma de Musicoterapia, a Prof. Ma. Sofia Dreher disse que Alex e Guilherme passavam por um “tempo de travessias”. Neste caminhar, destacou, é preciso olhar para trás a fim de recapitular os ensinamentos adquiridos e todas as relações construídas, mas, acima de tudo, olhar para frente “pois muitas pessoas esperam pelo auxílio de vocês através da musicoterapia”.

Paraninfo da turma de Teologia, o Prof. Osmar Witt lembrou que aquela formatura se desenrolava num período particular da história do país. “Precisamos, enquanto Igreja, aprender a ler os sinas dos tempos e arriscar falar de temas contravertidos para poder falar também dos temas essenciais da vida”, ensinou.

Em sua última mensagem aos formandos, Witt ressaltou que Teologia não se faz “numa redoma protegida”, mas sim em contextos determinados que “nos colocam em contato com as ambiguidades que constituem as relações humanas”.

Presente à solenidade, o Pastor Presidente da IECLB, Dr. Nestor Paulo Friedrich, afirmou que fazer Teologia é algo que ajuda as comunidades a abraçarem a causa da justiça, que também é a causa de Deus. Ele lembrou o tema da Igreja para 2013 - “Eu vivo em comunidade” -,  destacando  a diversidade e o colorido como marcas que caracterizam a IECLB.

Ao encerrar a solenidade o reitor, Prof. Dr. Oneide Bobsin, afirmou que a EST “forma pessoas solidárias, não vitoriosas”. Ele enalteceu que ninguém alcança a vitória sozinho e que, por isso, “gratidão é a palavra fundamental que nos une no âmbito da Igreja, da família, dos amigos e da universidade”.

Também estiveram presentes à formatura o vice-reitor da EST, Prof. Dr. Remí Klein, o presidente do Conselho de Administração da EST, Sr. Hilmar Kannenberg, o pastor sinodal Edson Streck, a pastora Iara Müller, e o coordenador do curso de Teologia, Prof. Dr. Rodolfo Gaede Neto.

Jornalista responsável: Micael Vier Behs
Foto: Thiago Campagnoni Alves

 

 


Fique por dentro


Fique por dentro do que acontece na Faculdades EST. Confira abaixo as últimas notícias:

Receba novidades da Faculdades EST por e-mail

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST. Preencha o seu endereço de e-mail no campo ao lado para que possamos lhe enviar mais informações. Prometemos não enviar SPAM´s nem tampouco divulgar o seu endereço para terceiros.