Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST.

Seminário Internacional Fides et Ratio


Seminário Internacional Fides et Ratio

Abordar temas na teologia e filosofia suscitados por Lutero e a Reforma do século XVI, a partir de uma abordagem atualizada, esse é o foco do evento que integra os debates e estudos que preparam da celebração dos 500 anos da Reforma (1517-2017). Organizado pelo Programa de Pós-Graduação de Faculdades EST (PPG-EST) e a Cátedra de Lutero, o Seminário Internacional Fides et Ratio é uma iniciativa entre a Faculdades EST e docentes do Departamento de Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora. O grupo organizador é formado por Vítor Westhelle, Valério Schaper, Oneide Bobsin e Roberto E. Zwetsch (Faculdades EST) e Luís H. Dreher e Eduardo Gross (UFJF).

A iniciativa do evento, de reler Lutero a partir da perspectiva latino-americana e com perguntas atuais, poderá revelar-se extremamente fecunda. “Uma oportunidade de recuperar o espanto que questiona sistemas fechados que conspiram contra a vida que, afinal, é dom e tarefa”, finaliza Prof. Dr. Roberto E. Zwetsch.

 

Cátedra de Lutero

Na Faculdades EST, o Prof. Dr. Vítor Westhelle é o responsável por coordenar e desenvolver os estudos da Cátedra de Lutero em parceria com a Missão da Igreja da Baviera, além de outros parceiros no Brasil. A Cátedra foi iniciada em 2011 e tem o objetivo de fomentar o conhecimento da teologia de Lutero e da Reforma na formação teológica de pastoras, pastores e estudantes dentro da IECLB, interpretar o significado da  teologia luterana para a América Latina e representar, internacionalmente, a leitura que se faz de Lutero desde o Brasil e da América Latina.

 

Cronograma do evento

A primeira Conferência do evento acontece nesta quarta-feira, 30, com o Prof. Dr. Oneide Bobsin, que vai falar sobre o tema Sagrado e cotidiano entre luteranos brasileiros: sincretismos. 

Na quinta-feira, 01, Else Marie Wiberg Pedersen (Dinamarca), faz a II Conferência do evento, com o tema Disturbances of the Sacred in Bernard and Luther. Em seguida, acontece a primeira Mesa Temática Fides et Ratio: do medievo à Reforma, com Roberto Pich (Brasil). À tarde, a terceira Conferência “Angst” e espanto em Kierkegaard (e Lutero), com Álvaro Valls (Brasil). À noite, acontece a quarta Conferência Subjetividade, verdade e o numen na modernidade: espectros de Lutero?, com Luís H. Dreher (Brasil).

Na sexta-feira, 02, acontece o Painel I – Fé e razão na igreja, na política e na economia, com Ricardo Rieth (Brasil) e Wilhelm Wachholz (Brasil).  Em seguida acontece o Painel II – Teologia da cruz em contexto, com Martin Hoffmann (Alemanha/Costa Rica) e Daniel Beros (Argentina). À tarde, a quinta Conferência Hybridity and the ends of western reason, com Claudia Jahnel (Alemanha).  Em seguida acontece a Mesa Temática II Las suturas de la razón y el cortocircuito de la fe: Lutero a la luz de las filosofías cognitivas contemporáneas, com Guillermo Hansen (Argentina/EUA). E também a sexta Conferência Luther’s unsuspected partners from Asia to Latin 0merica: mystery in M. M. Thomas and J. L. Segundo, com Mary Philip (Índia/Canadá).  A última sessão Tentativa de síntese: ética, teológica e pastoral, será coordenada pelos profesores Valério Schaper, Roberto Zwetsch, Vítor Westhelle e Oneide Bobsin.

 

Desafios para o futuro

Para Martin Hoffmann, o tema “fé e razão” é bastante controverso. “Em que medida a razão é racional?”, ele questiona. “A relação da razão com a fé poderia guardar, ou recuperar, o caráter humano da razão, isso pode ser decisivo para o futuro dos chamados países em desenvolvimento”, alerta. Para Mary Philip, independente do nível de desenvolvimento de um país, a razão tem um lugar na tomada de fé relevante para entender os sinais dos tempos e lugares. “Embora a fé transcenda a razão, a razão permite que a fé seja convincente e inteligível. Por isso espero que esse tema nos leve a novas formas de compreender a relação entre fé e razão, de modo a entender melhor o papel da fé nas esferas sociais, econômicas, religiosas e políticas”, salienta Mary Philip.

Else Marie Wiberg Pedersen diz que a própria formulação “fé e razão” já traz uma resposta, pois fé e razão não são opostos. “Bernardo de Claraval os chamaria de luzes individuais que iluminam sua abrangência, ou seja, um desejo de que a razão na fé não se perca, por assim dizer. Lutero faria eco ao pensamento de Bernardo. Fé com razão acrescenta um equilíbrio para uma visão de mundo e da caminhada de vida que eu acho que é universal”, sinaliza Else Marie.

Segundo Claudia Jahnel, Lutero teve uma apreciação elevada pela razão. “Fé e razão para Lutero deviam ser distinguidas, mas não divididas”, ressalta. “A ideia de que a razão é racional enquanto que a fé e a religião são irracionais, que parece prevalecer hoje, em alguns âmbitos da ciência, é uma invenção que começou apenas décadas depois de Lutero”, destaca Claudia.

Jornalista responsável: Mariana Bastian Tramontini


Fique por dentro


Fique por dentro do que acontece na Faculdades EST. Confira abaixo as últimas notícias:

  • Faculdades EST terá cursos de graduação EaD

  • ESEP realiza formatura do Curso Técnico em Enfermagem

  • Formatura das Graduações 2019/01

  • Visita à comunidade do Wallachai

  • ESEP realiza 2ª Mostra de Projetos do Curso Técnico em Enfermagem

  • Lista de aprovados e aprovadas no Vestibular de Inverno

  • Resultado da seleção para o PPG da Faculdades EST

  • Hospital Moinhos de Vento conta com estagiários de musicoterapia da Faculdades EST

  • Grupo Anima faz apresentações no final de semana

  • Doação de livros

  • Coral Vozes do Morro participa de festa na comunidade de Morro Azul

  • Bolsas de estudo para a comunidade

Receba novidades da Faculdades EST por e-mail

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST. Preencha o seu endereço de e-mail no campo ao lado para que possamos lhe enviar mais informações. Prometemos não enviar SPAM´s nem tampouco divulgar o seu endereço para terceiros.