Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST.

Política de justiça de gênero


Política de justiça de gênero

Desde o ano passado, uma comissão tem debatido sobre a implementação de um documento que formalize a Política de Justiça de Gênero da Faculdades EST. Tal debate vem mobilizando a comunidade institucional - docentes, discentes, funcionários e funcionárias - num processo de diálogo e formação, visando construir de forma comunitária a Política de Justiça de Gênero. O documento resultante deste processo será apresentado, avaliado e aprovado pelo Conselho Acadêmico e, posteriormente, pelo Conselho de Administração da Faculdades EST.

A instituição tem uma longa e sólida trajetória na área da Teologia Feminista e Estudos de Gênero, tendo sido a primeira instituição teológica na América Latina a aprovar uma Cátedra de Teologia Feminista em 1990 e, no decorrer destes anos, tem formado, em seus mais diversos espaços, inúmeras lideranças atuantes em toda a América Latina e no Caribe. Além disso, tem oferecido subsídios teórico-práticos para a discussão dessas temáticas em instituições de ensino e pesquisa, eclesiásticas, movimentos sociais e políticas públicas, seja através das pesquisas desenvolvidas e publicações ou através de eventos acadêmicos e eclesiásticos.

“A Política de Justiça de Gênero da Faculdades EST é um documento institucional, construído comunitariamente, que pretende definir e regulamentar a implementação da justiça de gênero como princípio teológico, pedagógico e ético a ser materializada nos documentos normativos institucionais, nas ações realizadas pelos diferentes setores, incluindo ações administrativas, atividades de ensino, pesquisa e extensão comunitária”, ressalta a Profa. Ma. Marcia Blasi, coordenadora do Programa de Gênero e Religião, que recebeu da Reitoria da Faculdades EST a tarefa de coordenar a criação de uma Política de Justiça de Gênero.

Para a reitoria da Faculdades EST, a construção da Política de Justiça de Gênero revela o compromisso institucional com a promoção dos direitos humanos em âmbito pessoal, comunitário, social e, em específico, o compromisso com a promoção da justiça de gênero. “Como instituição de formação, a Faculdades EST entende o seu papel como agente de transformação a partir do diálogo com diversos segmentos da sociedade, incluindo igrejas e religiões, sociedade civil, movimentos sociais e entidades governamentais, tendo como meta a construção de relações sociais justas e igualitárias”, diz o reitor Prof. Dr. Wilhelm Wachholz.

 

Princípios Estratégicos

Linguagem Inclusiva de Gênero: Assumir a linguagem inclusiva de gênero como princípio estratégico, através do uso tanto na linguagem falada quanto escrita, nos documentos institucionais, na produção acadêmica, nos eventos, nas celebrações e atividades diversas, usando as palavras femininas e masculinas por extenso.

Transversalização da Política de Justiça de Gênero: Definir diretrizes para a transversalização de gênero nos percursos formativos dos diferentes cursos, programas e projetos desenvolvidos pela instituição.

Superação da supremacia masculina: Reconhecer todas as pessoas como protagonistas no processo de produção e gestão do conhecimento e gestão institucional e combater todas as formas de preconceito e discriminação de gênero no processo de produção e gestão.

Equilíbrio representativo de gênero: A Faculdades EST assume o equilíbrio representativo de gênero em todos os setores. Viabilizando o equilíbrio representativo através de um sistema de alternância nos cargos.

Superação da violência: Repudiar atos de violência, seja física, moral, sexual, psicológica, patrimonial ou de outra ordem.

Formação continuada em justiça de gênero: Compreender a formação continuada de estudantes, corpo docente, funcionários e funcionárias como um elemento necessário para a superação da injustiça de gênero, presente em âmbito familiar, comunitário, institucional e social.

Interseccionalidade de gênero, classe social, raça e etnia, gerações, sexualidade e religiosidade: No intuito de romper com os processos de exclusão e discriminação social, a Faculdades EST promoverá a adoção de abordagens metodológicas de ensino e pesquisa que reconheçam a interseccionalidade de gênero, classe social, raça e etnia, gerações, sexualidade e religiosidade na promoção da justiça de gênero.

 

***

Horário das reuniões

Dia 10/6, 10h às 11h – Funcionários e funcionárias

Dia 10/6, 13h30 às 14h30 – Funcionários e funcionárias 

Dia 10/6, 16h às 17h – Docentes

Local: Sala 512 Prédio G

 

Dia 10/6, 18h às 19h – Discentes

Local: Auditório do Prédio H

 

Jornalista responsável: Mariana Bastian Tramontini


Fique por dentro


Fique por dentro do que acontece na Faculdades EST. Confira abaixo as últimas notícias:

  • Tenha uma experiência na graduação

  • Faculdades EST lamenta o falecimento do professor Alceu Ferraro

  • Cultura Pop e Arte Sequencial movimentam o campus da Faculdades EST

  • Faculdades EST receberá a arcebispa da Igreja Sueca

  • Bolsas de estudo para a comunidade

  • 60 anos da inauguração do prédio S

  • Coral Vozes do Morro participa de culto festivo pelos 83 anos da igreja de Py Crespo

  • Salão de pesquisa debate internet e seus recursos

  • Visitas de destaque na Faculdades EST

  • Prêmio CAPES de Tese concede menção honrosa para estudante da Faculdades EST

  • Faculdades EST forma turma de Bibliologistas

  • Grupo Anima se apresenta em Santa Cruz do Sul

Receba novidades da Faculdades EST por e-mail

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST. Preencha o seu endereço de e-mail no campo ao lado para que possamos lhe enviar mais informações. Prometemos não enviar SPAM´s nem tampouco divulgar o seu endereço para terceiros.