Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST.

Morre Pa. Rosa Marga Rothe


Morre Pa. Rosa Marga Rothe

Faleceu no sábado, 04, em Belém do Pará, a Pastora Rosa Marga Rothe (1940-2016), que estava hospitalizada e lutava contra um câncer. Rosa estudou Teologia na Universidade Federal do Pará e era Mestra em Antropologia Social. Ela foi uma das fundadoras da Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos e a primeira ouvidora do Sistema de Segurança Pública do Pará.

"A IECLB agradece a Deus pela vida da Pa. Rosa Marga. Ela era pessoa comprometida com o Evangelho e com as pessoas. Seu compromisso com a democracia e com os direitos humanos ultrapassa a memória de Belém e do Pará. Seu testemunho é referencial para a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e também para o país", diz a carta de condolências enviada pela Secretaria Geral e Presidência da IECLB. “Rosa foi a primeira Pastora da IECLB a receber o doutorado Honoris Causa pela Faculdades EST. Sua luta incansável pelos direitos humanos, direitos das mulheres e das pessoas marginalizadas fizeram dela um ícone dessa batalha pela democracia”, destacou o Prof. Dr. Roberto E. Zwetsch. “Nós fizemos esse gesto com muita honra e enorme alegria entendendo que é um pequeno gesto pelo tanto que ela fez em prol de uma humanidade mais íntegra, respeitosa para com quem sofre e carregada de esperança em nosso sofrido, mas também auspicioso país”, salientou Prof. Roberto no trecho final da concessão do Título Honoris Causa.

 

História de vida

Rosa Marga Rothe nasceu em Mückenberg, na Alemanha, em 01/06/1940. No final da década de 40 do século passado, veio com a mãe e duas irmãs para o Brasil. Após duas décadas em Teófilo Otoni (MG), fixou residência em Belém (PA), onde se naturalizou (brasileira e paraense por opção).

“Rosa Marga viveu intensamente desde sua infância lá longe na pequena Mückenberg, Alemanha, onde nasceu em junho de 1940, filha de Paul Max e Rosa Maria. Marga nasceu em plena Segunda Guerra Mundial. Seus pais imigraram ao Brasil nos anos de 1920, sendo que o avô materno se estabeleceu na Colônia Francisco Sá, Teófilo Otoni, MG. Com a crise do café, pai e mãe retornaram à Alemanha em 1934, passando pela dura experiência da guerra. O pai foi soldado e depois prisioneiro de guerra por 5 anos na Rússia. Antes disso, em 1940 nasceu Rosa Marga que junto com o povo alemão e de outro povos da Europa viveu as privações da guerra, tomando mais tarde conhecimento das perseguições contra mulheres e meninas desamparadas no pós-guerra. Em setembro de 1949, ela, a mãe e duas irmãos embarcaram em Hamburgo rumo ao Brasil, estabelecendo-se na casa do avô materno em Teófilo Otoni. O pai só foi libertado um ano depois, vindo juntar-se então à família em Minas Gerais”, diz um trecho da Laudatio redigida pelo Prof. Dr. Roberto E. Zwetsch, na época em que foi concedido a Rosa o Título de Doutora Honoris Causa, em 2010. 


Fique por dentro


Fique por dentro do que acontece na Faculdades EST. Confira abaixo as últimas notícias:

Receba novidades da Faculdades EST por e-mail

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST. Preencha o seu endereço de e-mail no campo ao lado para que possamos lhe enviar mais informações. Prometemos não enviar SPAM´s nem tampouco divulgar o seu endereço para terceiros.