Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST.

Ivone Gebara será condecorada com o título de Doutora Honoris Causa


Ivone Gebara será condecorada com o título de Doutora Honoris Causa

A Faculdades EST, no contexto de seu II Congresso Internacional, concederá o título de Doutora Honoris Causa à teóloga e filósofa Ivone Gebara, que desde a década de 1980 tem contribuído de maneira decisiva para o debate e a formação teológica no contexto brasileiro e latino-americano.

A história da religiosa católica de ascendência sírio-libanesa que, em 2014, completa 70 anos, oferece visibilidade para a participação das mulheres na construção da Igreja e da sociedade, espírito que move a campanha da IECLB, em parceria com a EST e com o apoio da FLM, intitulada “Em comunhão com as viDas das mulheres”. Essa campanha se insere na discussão do tema do ano proposto pela Igreja.

A recomendação da concessão do título foi uma iniciativa  do Núcleo de Pesquisa de Gênero da Faculdades EST (NPG-EST), considerando que a biografia de Ivone Gebara revela um trabalho constante e profundo desde o surgimento da Teologia da Libertação e da Teologia Feminista no Brasil e na América Latina, contribuindo ativamente para a formação de lideranças das igrejas, teólogos, teólogas, agentes de pastoral e movimento sociais.

A relação de Ivone com a Faculdades EST é de longa data. A leitura de seus textos e sua presença em atividades, ainda nos anos 80, foram fundamentais para o desencadeamento da discussão teológica a partir das mulheres. Ainda nos anos 80, ela esteve na EST durante duas semanas, lecionando e dialogando com o Grupo de Mulheres e a Comissão Pró-Teóloga, que redundou na criação da Cátedra de Teologia Feminista, em 1991. Em 1987, a Revista Estudos Teológicos publicou o texto “Desafios que o movimento feminista e a teologia feminista lançam à sociedade e às igrejas”. Da mesma forma, seus estudos contínuos na área de gênero influenciaram toda uma geração de pesquisadores e pesquisadoras que  têm integrado o Núcleo de Pesquisa de Gênero desde 1999 e realizam suas pesquisas no Programa de Pós-Graduação da EST.

Numa de suas últimas visitas à EST, Ivone participou do II Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião (2006) como conferencista, e sua contribuição foi publicada no livro “Epistemologia, sexualidade e violência”, em 2008. Durante todo esse período, no entanto, Ivone manteve contato constante com docentes e estudantes da instituição, tanto dialogando com a produção local quanto subsidiando e inspirando a reflexão e a ação.

Na carta de  recomendação da concessão do título, o coordenador do Núcleo de Pesquisa de Gênero, André Musskopf, e a coordenadora do Programa de Gênero e Religião, Marcia Blasi, indicam que Ivone Gebara, “tem contribuído de maneira decisiva para a melhoria da qualidade de vida e garantia da dignidade de mulheres em todos os lugares a partir de uma ação e reflexão teológica e filosófica comprometida com a realidade das pessoas empobrecidas”.

Para André e Marcia , o reconhecimento de sua trajetória pessoal, profissional e intelectual através da concessão do título de Doutora Honoris Causa reafirma o compromisso da Faculdades EST com a produção teológica feminista e de gênero e com os direitos humanos, engrandecendo o rol de pessoas com reconhecido prestígio internacional ligadas à instituição.

Na avaliação do reitor da EST, Prof. Dr. Oneide Bobsin, a teóloga Ivone Gebara se confunde com a causa da superação da violência contra as mulheres. “Esse título honorífico é, ao mesmo tempo, para ela como profetisa e para a causa que ela defende com a sua vida abnegada”, destacou.

Bobsin ressaltou ainda que numa sociedade em que até pouco tempo atrás as relações entre mulheres e homens eram justificadas legal e religiosamente como naturais, a crítica teológica às relações hierárquicas da família patriarcal e à violência implicada nelas abre caminho para a justiça de gênero. “É a esta causa que a Faculdades EST concede um lugar de honra”.

BIOGRAFIA

Nascida em São Paulo, Ivone Gebara ingressou na ordem das Irmãs de Nossa Senhora - Cônegas de Santo Agostinho em 1967, aos vinte e dois anos, depois de graduar-se em filosofia. Obteve seu doutorado em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Ativa na prática e na Teologia da Libertação, lecionou durante quase 17 anos, ao lado de Dom Hélder Câmara, no Instituto Teológico do Recife (ITER).

Vive desde 1973 num bairro pobre de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, a 25 km da capital pernambucana. Dedica-se ao trabalho pastoral com mulheres e a escrever e a ministrar cursos e palestras, em diversos países do mundo, sobre hermenêuticas feministas, novas referências éticas e antropológicas e os fundamentos filosóficos e teológicos do discurso religioso.

Nos anos 1990, Ivone Gebara foi processada e condenada pelo Vaticano por fazer críticas à doutrina moral da Igreja sendo-lhe imposto o “silêncio obsequioso” . Ficou fora do Brasil durante os dois anos de silêncio forçado a que foi condenada. Nesse período obteve seu segundo doutorado, em Ciências da Religião, pela Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, e produziu um livro em que aborda a questão do mal: “Rompendo o silêncio: uma fenomenologia feminista do mal”.

Jornalista responsável: Micael Vier Behs
Fonte de consulta: http://www.clas.ufl.edu/users/bron/pdf--christianity/Lorentzen--Ivone%20Gebara.pdf

 




Fique por dentro


Fique por dentro do que acontece na Faculdades EST. Confira abaixo as últimas notícias:

Receba novidades da Faculdades EST por e-mail

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST. Preencha o seu endereço de e-mail no campo ao lado para que possamos lhe enviar mais informações. Prometemos não enviar SPAM´s nem tampouco divulgar o seu endereço para terceiros.