Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST.

Doação especial


Doação especial

A coleta do culto de março, realizado na Faculdades EST, teve um destino especial: o Lar Padilha. Com o valor arrecadado, a equipe da Pastoral da instituição comprou produtos de limpeza e higiene que foram entregues ao Lar.

Em maio, a equipe da Pastoral, composta pelo P. Antônio Carlos Oliveira, responsável pela Pastoral da Faculdades EST, e Gislaini Rodrigues Endlich, ao lado dos estudantes de Teologia Camila Lais e Ivan Kiper, foram até o local, que fica no interior do município de Taquara, fazer a entrega. O grupo aproveitou para conhecer o espaço e o trabalho da entidade.

O Lar Padilha acolhe cerca de 100 crianças e adolescentes, meninos e meninas, de zero a dezessete anos. Oferece atendimento pedagógico, psicológico e social. Segundo a administração da casa são servidas cerca de 11.000 refeições por mês.

 

Pelas redes sociais, muitas pessoas se manifestaram sobre a doação:

“Como fiquei feliz em ver que a nossa Comunidade EST realizou coleta em benefício ao Lar Padilha. Trabalhei lá por dois anos, e pretendo retornar. Crianças e adolescentes que merecem atenção e o carinho de todos e todas nós. Parabéns à pastoral e estudantes!”, disse Hilquias Rossmann.

“Que bacana. As crianças e todos que trabalham aí merecem nossa ajuda e respeito sempre. Aprendi muito nesse lugar. Fez de mim uma pessoa bem melhor!”, afirmou Anelise Knuppe

"Que saudade deu agora do Lar Padilha. É um lugar transformador! Fico feliz também com a iniciativa dos estudantes das faculdades EST. PARABÉNS!”, destacou André Luiz Belard.

“Ao lado de trabalho voluntario na Paróquia de Padilha, iniciei meu ministério junto ao Lar de Padilha. A casa de tijolos à vista estava sendo construída, na época Casa das Meninas. Tempo de aprendizado e de cuidado junto às crianças e adolescentes. Muitas vivências!”, relembrou Vera Lucia Engelhardt.

 

Sobre o Lar

Lar Padilha é vinculado à Associação Beneficente Evangélica Floresta Imperial (ABEFI) e foi criado em abril de 1978, pelo pastor Sebaldo Nornberg, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), no interior de Taquara (RS). Seu propósito era acolher crianças e adolescentes empobrecidos oriundos das redondezas de Novo Hamburgo (RS).

Depois, passou a acolher crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social. O fortalecimento de vínculos familiares que o serviço psicossocial realiza busca promover o retorno ao convívio familiar. Também se verifica que a inserção dos adolescentes em cursos profissionalizantes oportuniza perspectivas reais de mudança do ciclo social a que estavam inseridos.

Em 2007, o Lar foi classificado pela Associação dos Magistrados Brasileiros como uma das sete instituições brasileiras que desenvolve as melhores práticas de retorno ao convívio familiar. Toda esta estrutura faz com que o Lar Padilha seja referência no segmento de acolhimento em nível estadual. 


Fique por dentro


Fique por dentro do que acontece na Faculdades EST. Confira abaixo as últimas notícias:

  • Tenha uma experiência na graduação

  • Faculdades EST receberá a arcebispa da Igreja Sueca

  • Bolsas de estudo para a comunidade

  • 60 anos da inauguração do prédio S

  • Coral Vozes do Morro participa de culto festivo pelos 83 anos da igreja de Py Crespo

  • Salão de pesquisa debate internet e seus recursos

  • Visitas de destaque na Faculdades EST

  • Prêmio CAPES de Tese concede menção honrosa para estudante da Faculdades EST

  • Faculdades EST forma turma de Bibliologistas

  • Grupo Anima se apresenta em Santa Cruz do Sul

  • ELCA e Igreja Sueca participam do VI Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião

  • Fórum Estadual de Ensino Religioso debate a disciplina nas escolas estaduais

Receba novidades da Faculdades EST por e-mail

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST. Preencha o seu endereço de e-mail no campo ao lado para que possamos lhe enviar mais informações. Prometemos não enviar SPAM´s nem tampouco divulgar o seu endereço para terceiros.